Junho é o mês dos Santos Populares e Portugal enche-se de festas e arraiais nas noites de Santo António, São João e de São Pedro.

Para mim é o mês mais bonito do ano! O tempo começa a aquecer, as pessoas mostram-se mais felizes e mais bonitas, festas nascem por todo o país… e é o mês dos Santos Populares!

Começam assim as Festas de Lisboa, com arraiais em cada esquina nos bairros mais típicos. Durante estes 3 dias Lisboa não dorme e terminam de dia 12 para 13 com as festas de Santo António, onde as pessoas se juntam para ver o desfile das Marchas Populares que enchem a avenida de centenas de figurantes, música e arcos coloridos.

Adoro estas festas e durante 6 anos fui madrinha da marcha do “O Beato“. Este ano eles não vão participar no desfile e eu, apesar de ter sido simpaticamente convidada por outra marcha a voltar a ser madrinha, este ano também não vou participar.

Vou aproveitar para festejar com família e amigos percorrendo os bairros mais típicos e dançar nos arraiais, comer caldo verde e a tão desejada sardinha assada que perfuma a cidade com o seu cheiro característico. Vou aproveitar para me divertir nesta festa que é sempre inesquecível!

 

Beato-2013-2 Beato-2012-2 ASC_Beato-1270Vamos festejar os Santos Populares3730927_BZ9NA

Mas estas festas de Lisboa prolongam-se durante todo o mês de Junho com espectáculos ao ar livre, arraiais, e todo o tipo de festas, que podem ter acesso no site – http://festasdelisboa.com/

Nas cidades de Porto e Braga é na noite de 23 para 24 de Junho, que se celebra o S. João, com os típicos arcos e balões e os conhecidos martelinhos, e na noite de 29 de Junho comemora-se ainda o São Pedro, também com festas populares em várias localidades do país.

 

Tradições dos Santos Populares

Vamos festejar os Santos Populares

– Diz a tradição que nos bairros mais típicos e antigos, as ruas devem ser decoradas com grinaldas de flores, balões e lanternas feitas em papel colorido, criando um ambiente alegre repleto de cores, luzes e música.

– A fogueira é um dos símbolos dos arraiais e servem para saltarmos por cima… arriscado, certo! Só para os audazes!

– Tem de haver sardinhas assadas na brasa, santos populares só combinam com sardinha assada em cima de uma fatia de pão! Humm, que delicioso!

– “Para a felicidade arranjar, um manjerico tem de comprar!!”. O Manjerico é também conhecido como “erva dos namorados”, e é um dos principais símbolos destas festas. Mas já sabem… nada de o cheirarem com o narizito pois ele morre… temos de fazer uma festa e depois cheirar a mão para sentir o seu aroma.

– À noite, tem de haver arraial. Nas esplanadas improvisadas, as sardinhas fazem-se acompanhar pelo caldo verde, pão com chouriço e vinho tinto. Muita música e boa energia!

Isto são os Santos Populares e eu mais uma vez vou lá estar!!