Já ando nos preparativos para as Marchas de Lisboa, novamente desfilando para o meu rico bairro do Beato!

Eles estiveram uns anos sem entrar nesta grande festa, sem sentir a magia de descer a Avenida da Liberdade, mas este ano voltam cheios de garra para tentar um lugar cimeiro neste desfile.

Já estava com saudades dos meus afilhados, foram pelo menos 6 anos de partilha e sei que para eles este evento é muito importante! É o celebrar do bairrismo, dos bons costumes, da amizade…

Eu adoro os Santos populares… o cheirinho a sardinha assada, os arraiais em noites quentes, a alegria dos foliões…

Para mim é o mês mais bonito do ano!

As pessoas mostram-se mais felizes e mais bonitas, já bronzeadas com os primeiros raios de sol e as festas nascem por todo o país.

Começam este mês as Festas de Lisboa, festejando em Lisboa com o nosso rico Santo António.

As Marchas de Lisboa

O desfile da Marcha do Beato é já este domingo no Altice Arena, acompanhado pelas marchas de Santa Clara, Parque das Nações, Castelo, Penha de frança, Bairro Alto e Ajuda.

Segue-se depois o grande dia 12 de Junho, com o descer da Avenida da Liberdade, naquela que é a grande celebração das Marchas de Lisboa!

Beato-2012-2 ASC_Beato-1270Vamos festejar os Santos Populares3730927_BZ9NA

Estas festas de Lisboa prolongam-se durante todo o mês de Junho com espectáculos ao ar livre, arraiais, e todo o tipo de festas, que podem ter acesso no site – http://festasdelisboa.com/

Tradições dos Santos Populares

Vamos festejar os Santos Populares

– Diz a tradição que nos bairros mais típicos e antigos, as ruas devem ser decoradas com grinaldas de flores, balões e lanternas feitas em papel colorido, criando um ambiente alegre repleto de cores, luzes e música.

– A fogueira é um dos símbolos dos arraiais e servem para saltarmos por cima… arriscado, certo! Só para os audazes!

– Tem de haver sardinhas assadas na brasa, santos populares só combinam com sardinha assada em cima de uma fatia de pão! Humm, que delicioso!

– “Para a felicidade arranjar, um manjerico tem de comprar!!”. O Manjerico é também conhecido como “erva dos namorados”, e é um dos principais símbolos destas festas. Mas já sabem… nada de o cheirarem com o narizito pois ele morre… temos de fazer uma festa e depois cheirar a mão para sentir o seu aroma.

– À noite, tem de haver arraial. Nas esplanadas improvisadas, as sardinhas fazem-se acompanhar pelo caldo verde, pão com chouriço e vinho tinto. Muita música e boa energia!

Isto são os Santos Populares e eu mais uma vez vou lá estar!!