Sempre quis fazer um curso de sobrevivência, acho tão, mas tão importante sabermos o que fazer em situações de perigo, perdidos e ao relento, que posso mesmo afirmar que este era um sonho por realizar.

Estes ensinamentos podem salvar vidas e nunca é demais um pouco de conhecimento!

O facto de ser dado no Regimento dos Comandos, pelo “Comando” que ensina todos os outros como sobreviver no meio da guerra e ambientes hostis deixou-me ainda com mais vontade de participar!

Era um orgulho poder aprender com o melhor dos melhores! Não é à toa que os Comandos são considerados a tropa especial mais completa e a que vai à sempre à frente nos campos de batalha! Eles são os nossos heróis!

Quando chegámos ele mandou nos logo tirar os casacos…  gelei (no verdadeiro sentido da palavra, e no outro também…) se querem aprender a sobreviver, têm de ter vontade de o fazer! Assim aconteceu …!

E o São Pedro ainda veio completar o cenário, mandando vir o frio polar, e a chuva naquele fim de semana…Foram 24horas intensas, apanhei muito, muito frio e chuva… andei muito… mas este curso foi muito mais do que eu estava à espera!

Foi mesmo uma experiência enriquecedora! Aprendi o que comer e o que não devo comer se estiver perdido no mato ou numa floresta, como filtrar água e os problemas que podem aparecer se não a filtrar, como fazer fogo, um abrigo, como proteger-me do frio e da chuva, o que posso fazer para curar uma ferida, chás que posso beber e que me vão ajudar a estar bem, armadilhas para apanhar animais… entre tantas outras coisas!

Brevemente a SCORNIO vai organizar mais cursos de sobrevivência, os básicos ou estáticos, que foi este que fiz e depois os dinâmicos que será a ensinar como sobrevivermos caso estejamos a ser perseguidos por alguém que nos quer fazer mal.

 

Se têm interesse em aprender com os melhores basta ficarem atentos e seguirem as redes sociais da SCORNIO:

> www.scornio.com

www.facebook.com/Scornio/

www.instagram.com/scorniosports/

 

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Entrar em modo sobrevivência

Podemos ter que entrar em modo de sobrevivência a qualquer altura… Pode acontecer após um acidente ou catástrofe, mas também no decurso de uma caminhada pela floresta quando nos afastámos para tirar uma foto mais “pitoresca” e ao pretender regressar, não nos recordamos bem do caminho.

Quando damos por nós… estamos perdidos.

E agora?

  • Em caso de pânico pode-se morrer em 3 segundos;
  • Em caso de hemorragia pode-se morrer em 3 minutos;
  • Sem um abrigo pode-se morrer em 3 horas;
  • Sem água pode-se morrer em 3 dias;
  • Sem comida pode-se morrer em 3 semanas.

 

Qual a atitude certa?

Manter uma atitude que inclui positivismo, adaptabilidade, improvisação e clareza de raciocínio. Após uma avaliação correta, as decisões e ações subsequentes tornar-se-ão claras e óbvias.

A atitude contrária engloba pavor, pessimismo e paralisia de pensamento.

Já alguma vez pensaram qual seria a vossa atitude?

 

CURSO DE SOBREVIVÊNCIA – NÍVEL 1

Curso Teórico-Prático de 24 horas, com o apoio do Regimento de Comandos, os melhores instrutores de sobrevivência em Portugal.

– Kit básico de sobrevivência;
– Fatores a considerar numa situação de sobrevivência;
– Prioridades na sobrevivência;
– Perigos da sobrevivência;
– Construção de abrigos;
– Execução de fogo;
– Obtenção e purificação de água;
– Obtenção e preparação de alimentos (plantas e suas respetivas funções);
– Preparação de armas e armadilhas para animais;
– Preparação dos vários tipos de mamíferos e peixes;
– Orientação (métodos expeditos de orientação diurnos e os noturnos);
– Sinalização (diurna e noturna).

 

A minha experiência…  foi inesquecível!

Sinto-me muito mais confiante e sei que a partir de agora saberei medir melhor os riscos das minhas aventuras ao ar livre!

O saber não ocupa lugar, e este “saber” pode salvar uma vida!