Eu gosto muito de cozinhar mas quando abrir o meu restaurante, descobri que fazia alguns dos erros mais comuns na cozinha.

Estas informações aprendi nas aulas de higiene e segurança alimentar, e são super importantes para a correta higiene na preparação dos alimentos.

Segundo as profissionais da área, estes são os erros mais comuns na cozinha:

1. Não escolher alimentos frescos

salad-restaurant-tomatoes-kitchen1

A preparação do alimento começa na sua compra, ou seja, na escolha dos alimentos. Quanto mais frescos, melhor, pois dessa forma estaremos a beneficiar em pleno das suas propriedades e nutrientes, e garantimos a sua boa conservação durante mais tempo.

 

2. Não lavar bem os alimentos

Os alimentos devem ser sempre bem lavados. Pois além da sujidade, pós e bactérias que impregnam os alimentos, muitos deles contêm agro tóxicos.

É também importante lavá-los em recipientes escorredores, se os lavarem na cuba de lavar a loiça esta deve estar bem limpa, desinfectada, e sem resíduos de detergentes.

 

3. Guardar alimentos sem os separar

Processed with VSCOcam with hb1 preset

Processed with VSCOcam with hb1 preset

Este é um dos erros mais comuns na cozinha… Quando armazenamos os alimentos, devemos separá-los para evitar contaminações cruzadas. Podemos por exemplo arranjar caixas para separá-los por tipos. Desta forma torna-se mais fácil de organizar, e depois de os encontrar.

Salvo indicações específicas do fabricante do frigorífico, devemos arrumar da seguinte forma:

  • Zona superior: lacticínios, charcutaria, alimentos confeccionados
  • Zona intermédia: carne e pescado crus
  • Zona inferior: fruta, hortícolas e produtos em descongelação

Na arca frigorífica

Separem em sacos ou recipientes próprios, a carne e peixes crus de outros alimentos, já que os seus sacos podem conter microorganismos prejudiciais à saúde, que podem ser transferidos para outros alimentos como por exemplo verduras.

 

4. Arrefecer a comida antes de colocar no frigorífico

Muitas pessoas deixam a comida arrefecer e só depois a colocam no frigorífico. É um erro, pois guardar a comida ainda quente evita o risco de contaminação dos alimentos. Para que mantenha os nutrientes deve arrefecer de forma mais rápida e por isso deve ir imediatamente para o frio.

O ideal é colocar os alimentos quentes sem tampa para que arrefeçam mais rapidamente, e só duas horas depois tapá-lo.

Não deixem alimentos cozinhados mais de 2 horas à temperatura ambiente.

 

5. Voltar a congelar alimentos que descongelaram

photo-1438907046657-4ae137eb8c5e1

Não podem voltar a congelar um alimento que foi descongelado pois correrão o risco de comer alimentos deteriorados e apanhar uma intoxicação.

 

6. Descongelar alimentos à temperatura ambiente

Não descongelem os alimentos à temperatura ambiente. Façam-no no frigorífico, em recipiente que impeçam o contacto dos líquidos de descongelação com outros alimentos, se possivel num recipiente com rede no fundo. Desta forma irão manter os seus nutrientes e não correr riscos de contaminação.


7. Não respeitar o tempo certo de cozedura dos alimentos

Um dos erros mais comuns é não respeitar o tempo certo de cozimento dos alimentos, principalmente os legumes.

Consultem a tabela e saiba quanto tempo precisa para preparar alguns legumes, quer através da cozedura normal, a vapor ou salteados.

Alimento

Cozer

Cozer a Vapor

Saltear

abobrinha.jpg

Courgette

5 – 10

5 – 10

3 – 4

alcachofra.jpg

Alcachofras

30 – 60

25 – 40

10

batatas.jpg

Batatas

15 – 20

10 – 12

beringela.jpg

Beringela

5 – 10

5 – 6

3 – 4

beterraba.jpg

Beterraba

30 – 60

40 – 60

broculos.jpg

Brócolos

10 – 15

5 – 6

3 – 4

cenoura.jpg

Cenouras Cortadas

5 – 10

4 – 5

3 – 4

cogumelos.jpg

Cogumelos

3 – 4

4 – 5

4 – 5

espargos.jpg

Espargos

10 – 15

8 – 10

4 – 5

espinafre.jpg

Espinafres

2 – 5

5 – 6

3

ervilhas.jpg

Ervilhas

8 – 12

3 – 5

2 – 3

feijaoverde.jpg

Feijão-verde

10 – 20

5 – 15

3 – 4

repolho.jpg

Repolho

5 – 10

5 – 8

3

pimentos.jpg

Pimentos

4 – 5

2 – 4

2 – 3

 

  • A carne, os ovos e o peixe devem ser bem cozinhados. Cozinhar estes alimentos a uma temperatura superior aos 70ºC garante um consumo mais seguro.
  • As sopas e os guisados devem ser cozinhados a temperaturas acima dos 70ºC.

 

8. Exagerar no sal e no tempero

food-kitchen-cooking-spices1

Muitas pessoas pensam que ao colocar temperos vão tornar a refeição mais saborosa. Muitas vezes menos é mais. Muitos temperos podem interferir com o verdadeiro sabor dos alimentos. Usem os temperos com moderação.

Evitem colocar muito sal nas refeições. Sal em excesso faz mal para a saúde. Acrescentem aos poucos pois mais vale colocar depois no prato, ao gosto de cada pessoa. O sal é um dos principais motivos de morte por doenças cardiovasculares.

 

9. Fritar o bife exageradamente

É um erro passar o tempo todo a virar o bife para que fique bem frito. Isso prejudica as propriedades e o sabor da carne. A dica é deixar que ele frite até as bordas ao redor mudarem de cor, sem mexer. Depois, virar e fazer novamente o mesmo procedimento.

 

10. Reaquecer o Arroz

food-dinner-tomatoes-croquettes1

O Arroz é dos alimentos que mais bactérias cria, e mais rapidamente as cria após a sua confecção. Por isso, se são daqueles que gostam de guardar arroz para ir comendo durante a semana, tenham isso em atenção e tentem não fazê-lo. Se voltarem a aquecer deverá ser sempre a alta temperatura para poder eliminar as suas bactérias.

Quando cozinha mantenha os alimentos quentes, acima de 60ºC, até ao momento de serem servidos, pois os microorganismos podem multiplicar-se muito depressa se os alimentos estiveram à temperatura ambiente. Mantendo a temperatura acima dos 60ºC, a sua multiplicação é retardada ou mesmo evitada.

Este é um dos erros mais comuns na cozinha que eu deixei mesmo de fazer! Só como arroz feito na hora.

 

11. Usar tábuas de madeira

Não devemos usar tábuas de madeira pois como a sua superfície é porosa e com ranhuras, ela favorece a proliferação de bactérias. As tábuas mais indicadas são as de vidro e as de polietileno.

 

12. Pacotes de salsichas e frios abertos no frigorífico

Abrir pacotes de salsichas ou fiambres e guardar directamente no frigorífico pode provocar o aparecimento de bactérias e ressecar os produtos. Coloquem as sobras envolvidos em película. É indicado consumir até quatro dias após a sua abertura.

 

13. Lavar a carne

pexels-photo-244131

Não lavem a carne pois perde as suas propriedades. Basta retirar da embalagem e temperar a gosto. Quando cozinhada todas as bactérias serão extintas.

 

14. Não higienizar correctamente a bancada de trabalho ou utensílios

Muitas pessoas pensam que como os ingredientes vão ao lume, que não é preciso ter muito cuidado com a higiene pois o calor vai matar as bactérias. Mas higienizar todos os equipamentos, superfícies e utensílios utilizados na preparação dos alimentos é muito importante. Apesar de maior parte dos alimentos vir a ser cozinhado é muito fácil que outros alimentes que poderão vir a ser comidos crus venham a ser contaminados.

 

15. Não estarem atentos à validade dos produtos

Temos sempre que estar sempre atentos às datas de validade dos produtos. Quando os compramos devemos optar pelos que apresentam um prazo de validade maior. E quando os confeccionamos devemos usar primeiro os produtos que têm a data de validade mais próxima. Não estar atento pode levar-nos a comer algo que não está bom ou a gastarmos dinheiro para ir para o lixo, pois não foi comido atempadamente.

Tentem colocá-los no frigorífico ou despesa por ordem de validade deixando os que finalizam primeiro mais perto da vossa vista.
Espero que vos tenha ajudado a não cometer mais erros!