A dieta Cetogénica é uma das mais populares da atualidade e consiste no consumo de gordura como principal fonte de energia, além da ingestão moderada de proteínas e quantidades mínimas de carboidratos.

Os resultados são visíveis de forma quase imediata e a alimentação prevista no plano mantém os níveis de saciedade estáveis.

Nesta dieta a base da alimentação são ovos, carnes brancas e vermelhas, castanhas, óleos, abacate e vegetais pobres em carboidratos e é considerada milagrosa por promover a uma rápida perda de peso e prevenir doenças.

Dieta Cetogénica

Este tipo de dieta contribui para emagrecer rapidamente.

Quem a segue elimina quase por completo o pão, a massa, o arroz, o feijão, os doces e o leite, para dar primazia a alimentos como os legumes, os ovos, as sementes, a carne e os frutos secos. Numa dieta deste género, os hidratos não ultrapassam os 50 gramas diárias e, em casos mais extremos, são totalmente abolidos da alimentação. Esta compensação dos hidratos pela gordura faz com que o corpo seja obrigado a recorrer a outras formas de energia.

A perda de peso varia de acordo com o metabolismo de cada pessoa, mas a média é de 5kg a 8 kg em menos em um mês. E além de queimar rapidamente a gordura, o processo ainda ajuda a controlar o apetite, baixar os níveis de insulina e até mesmo evitar doenças do coração, câncer e Alzheimer.

A dieta Cetogénica costuma ser composta por 10 a 15% de carboidratos, 50% de gorduras e 30% de proteínas. Os carboidratos simples, aqueles de fácil absorção, o que inclui arroz branco, pão branco, massas e açúcar, estão proibidos.

E não há restrição quanto aos tipos de proteínas e de gorduras…

Mas..

A dieta Cetogénica é somente indicada por curtos períodos de tempo, pois é mais difícil retirar energia da proteína e da gordura do que dos carboidratos e, por isso, o corpo precisa aumentar o metabolismo e o gasto energético.

A longo prazo, o organismo acaba por se acostumar e a tendência é da pessoa parar de emagrecer.

Dores de cabeça, tonturas e sintomas semelhantes aos de uma gripe são comuns para quem começa esta dieta, é a forma do corpo reagir à mudança que acontece no organismo,

Tendo em conta que o processo da cetose se dá no fígado (órgão responsável pelo processamento da proteína), que no caso de uma dieta Cetogénica pode ser ingerida acima dos valores habituais, não é aconselhada para os doentes hepáticos.

O alto consumo de gordura proposto pela dieta pode também sobrecarregar os rins e aumentar o colesterol, para além de poder estar a perder massa magra em vez de emagrecer, especialmente se não pratica exercícios físicos regularmente.

 

Resumindo … A dieta Cetogénica nunca deve ser feita de forma continuada, mas é uma boa opção para quando o corpo estagnou e precisa de um ‘abanão’ para que o metabolismo volte a acelerar.