Depois destes incêndios horríveis que têm devastado o nosso Portugal, é impossível não dar por mim a imaginar o desespero por que passaram estas pessoas, estas famílias que perderam tudo,… todas as pessoas que morreram queimadas.

É fundamental pensarmos nisto e termos planos de emergência definidos para sabermos como agir e evitar estas situações.

 

Como agir em caso de incêndio

Foto – Agência Lusa

 

Se estiverem próximo do local de incêndio:

  • Avisem imediatamente as autoridades através do 112 ou 117.
  • Protejam-se do fumo usando máscaras molhadas para tapar a boca e o nariz
  • Tentem abafar as chamas, sem colocar a vida em perigo, batendo nelas com ramos até à chegada dos bombeiros.
  • Não deixem a vossa viatura estacionada nos acessos utilizados pelos bombeiros para acederem ao local do fogo.
  • Facilitem a acção dos bombeiros e sigam sempre as suas indicações.
  • Se notarem comportamentos de risco e actividades suspeitas, informem as autoridades.

Se o incêndio for ao redor da vossa casa:

  • Avisem os vizinhos.
  • Cortem imediatamente o gás e desliguem a corrente eléctrica.
  • Molhem as paredes e os arbustos que rodeiam a vossa casa de forma abundante.
  • Se tiverem animais, soltem-nos porque eles saberão o que fazer para se salvarem.
  • Liguem um rádio a pilhas e estejam atentos a todas as indicações transmitidas.
  • Procedam apenas à evacuação da vossa casa quando as autoridades o recomendarem ou quando a vossa vida correr perigo e obedeçam sempre ao que vos dizem
  • Estejam prontos para abandonar a vossa casa levando o mínimo essencial

Em caso de evacuação:

  • As autoridades não recomendam que abandonem a vossa casa se a vossa vida não correr perigo, tenham isso em atenção.
  • Quando estiverem a proceder à evacuação da vossa casa ajudem primeiro os que mais precisam como as crianças, os idosos e os deficientes.
  • Não levem convosco objectos pessoais desnecessários.
  • Depois de abandonarem a casa, não voltem atrás até ordem em contrário.

 

Se ficarem cercados por um incêndio:

  • Tentem fugir na direcção contrária à do vento.
  • Enviem a vossa localização a amigos e familiares
  • Caso tenham de se refugiar, procurem uma zona com acesso a água e com pouca vegetação.
  • Enrolem-se em roupas molhadas, não esquecendo de cobrir a cabeça.
  • Fiquem agachados para respirar junto ao chão, evitando inalar fumo. Se possível, coloquem um lenço molhado a cobrir o nariz e a boca.
  • Se não conseguirem abandonar a área onde estão, aguardem o auxílio dos bombeiros.

Importante… Devem sempre ligar o 112 se:

  • Avistarem um possível incêndio florestal.
  • Repararem em pessoas com comportamentos de risco.
  • Virem lixo ou mato muito denso acumulado junto das habitações.

Fica a informação, sempre com o desejo que nunca tenhamos de passar por este sofrimento e não seja necessário procedermos a estas acções.

E agradeço de coração aos incansáveis bombeiros que arriscam as suas vidas para salvar as nossas.

Bem hajam!

 

Foto de capa – Facebook de Hélio Madeiras, uma imagem que me marcou muito e onde dá para ver o poder destrutivo de um incêndio. É uma imagem que mete-me muito medo!