Eu e o Rubim levámos um Caril de frango tailandês ao programa “A minha mãe cozinha melhor que a tua“. O Rubim cozinhou e eu fui a “Chef” de serviço, uma experiência muito divertida!

Decidimos levar o Caril de frango tailandês pois é o prato que costumo fazer cá em casa que o Rubim mais adora! Ele já foi à Tailandia e este tipo de pratos exóticos são os seus preferidos.

Quando tínhamos o Restaurante eu resolvi aprender a fazer este caril para um jantar temático que fizemos com o tema Tailândia, e desde aí tem sido das receitas mais pedidas cá em casa.

Não é como o caril africano que estamos habituados a comer pois tem um sabor mais cítrico graças à folha de lima que entra nesta receita.

O aspecto é neutro com toques de cor que são nos dados pelos legumes, aqui no programa até ficou um pouco branco, mas cá em casa como gostamos muito de picante ele fica com mais cor, graças à pasta de caril verde.

Tenho de dar os parabéns ao Rubim, pois foi um cozinheiro à altura. Perfeito a cortar os ingredientes e a confeccioná-los! Estava delicioso!

Para quem não viu o programa, deixo-vos o video:

A Minha Mãe Cozinha Melhor Que a Tua

 

E para quem ficou com vontade de comer este Caril, deixo-vos aqui a receita para que se deliciem aí em casa!

 

Caril de frango tailandês

Ingredientes

Azeite
2 Alhos
1 Cebola
1,5 kg Peitos de Frango
1 lata de Leite coco
2 colheres de sopa de Pasta de Caril Verde
3 Folhas de lima
Ervilha torta
Cenouras bebés
Milho bebé

Sal a gosto, eu uso sal rosa dos himalaias

Preparação

Num wok coloca-se o azeite, o alho e a cebola e deixa-se refogar um pouco.

Frita-se neste refogado os peitos de frango cortados em cubos e tempera-se com um pouco de sal.

Quando estiverem a ficar cozidos coloca-se o leite de coco seguido da pasta de caril. Misturem para dissolver bem a pasta. Esta pasta é picante por isso a quantidade que colocam deve ser mediante o vosso gosto, para que fique mais ou menos picante.

Quando começar a ferver coloquem a folha de lima e os legumes previamente preparados. As ervilhas devem ser colocadas sem as pontas, o milho bébé cortado ao meio longitudinalmente e em quatro partes, e as cenouras também.

Agora é só deixar que tudo coza e ir verificando o tempero.

Tenham em atenção, como a Chef Filipa Gomes disse, os legumes devem estar al dente.

Ela também referiu que ficaria mais saboroso se tivesse colocado citronella, mas eu nunca usei citronella por isso não colocámos.

Esta é a receita como eu a faço, e fica muito saborosa.

Os ingredientes mais exóticos podem encontrar nas mercearias do Martim Moniz, em Lisboa, lá conseguem encontrar de tudo!

Aconselho a experimentarem este prato exótico que nos faz viajar pelos sabores da Ásia.